15 dicas para proteger sua privacidade nas redes sociais

5 dicas para proteger sua privacidade nas redes sociais

Proteger sua privacidade nas redes sociais não é tão simples como parece, ainda mais depois que esses sites de mídia social se tornaram os painéis digitais dos usuários da internet. Neles as pessoas compartilham notícias, fotos, opiniões pessoais e quase tudo que está acontecendo em suas vidas.

Eu não sou um fotógrafo profissional, mas peguei meu smartphone com um câmera fantástica e comecei a  clicar algumas imagens de família reunidas nas festas de Natal e ano Novo.

Juntou as melhores fotos e montei um algum para que parentes e amigos apreciassem como nós festejamos as festas de final de ano. Fui compartilhar a colagem online e foi aí que algumas pensamentos nebulosos começaram vir à tona sobre as redes sociais.

Lembrei do alarde em torno do escândalo Cambridge Analytica e como o Facebook não tem compromisso com minha privacidade, então decidi enviar para o grupo do WhatsApp,  e também lembrei do problema de compartilhamento com terceiros que está dando o que falar.

Foi ai que lembrei da minha conta no Twitter e quando estava prestes a twittar, descobri que havia uma possível violação de segurança na plataforma social e que a empresa estava sugerindo fortemente que os mais de 330 milhões de usuários mudassem suas senhas imediatamente!

A grande quantidade de informações que as pessoas compartilham nas redes sociais – algumas das quais muito pessoais – atrai outros espectadores fora de seu círculo de confiança de parentes e amigos.

Alguém em algum lugar grava muito do que você faz nas redes sociais por motivos que você talvez não conheça.

O governo, Spambots, empresas de publicidade, conhecidos vingativos e, pior ainda, cibercriminosos também podem ter interesse em suas informações pessoais.


O que está acontecendo com as redes sociais?

  • Será que essas violações de dados nas redes sociais parecem ser imparáveis?
  • Estamos compartilhando nossos dados e informações de forma irresponsável?
  • Existe alguma maneira de ter mais segurança com nossa privacidade?

E, o mais importante, onde posso postar minhas fotos sem ter que me preocupar com compartilhamento de dados ou roubo de informações pessoais?

Felizmente, existem muitos sites com dicas e conselhos de especialistas em segurança cibernética. Felizmente, a verdade é que os dados de hoje são o ouro da era da “Serra Pelada”.

Hoje todos querem nossos dados: cibercriminosos, anunciantes, ISPs, governos, empresas – “literalmente todos”, desde pessoas a pequenas e grandes organizações, isso não é um exagero.

Então, vamos ajustar as coisas. O poder de nos proteger EXISTE de fato, e cabe ao cada indivíduo fazer isso acontecer.


Controle sua privacidade nas redes sociais?

A sabedoria convencional tem continuamente sugerido que cada indivíduo é responsável por sua privacidade na mídia social. Você só precisa marcar algumas caixas, acredita-se, para mover sua privacidade de mídia social de “fraca” para “forte” e proteger suas informações online.

Na realidade, dificilmente é possível controlar 100% sua privacidade nas redes sociais.

Isso porque, mesmo que você esteja fazendo todo o possível para proteger sua privacidade, incluindo a exclusão de sua conta, seus amigos e parentes ainda compartilharão suas informações pessoais.

É tão sério que até mesmo se livrar de seus aplicativos de mídia social pode não ser útil.

A evidente falta de privacidade nas redes sociais torna importante proteger a sua privacidade online antes de compartilhar qualquer coisa em qualquer plataforma de mídia social.


Como proteger sua privacidade nas redes e mídias sociais online

Aqui estão 15 dicas para ajudá-lo a proteger sua privacidade definitivamente:

1. Use senhas fortes e autenticação de dois fatores

Pense nisso – uma senha simples pode ser tudo o que separa seus dados dos malfeitores. Se eles adivinharem, estão dentro. É por isso que precisamos de senhas longas e indecifráveis ​​que são essencialmente impossíveis de lembrar.

Um gerenciador de senhas, como Avast Passwords (mac ou windows), cuida disso para você. Ele gera e lembra senhas complicadas para todas as suas contas. Use senhas diferentes para cada conta e altere-as periodicamente.

A violação do Twitter foi, na verdade, devido a senhas expostas. (Sempre que ouvir algo assim, altere suas senhas imediatamente.)

Dê aos cibercriminosos um obstáculo extra com a autenticação de dois fatores, sempre que disponível; dois fatores exigem uma senha e também outra coisa, como uma informação que só você conhece.

Ative essas autenticações de dois fatores para que você possa descansar mais facilmente.

2. Gerencie sua privacidade principais redes sociais

Nunca se conforme com as configurações padrão. Abra suas configurações e ajuste a privacidade usando esta folha de dicas prática:

Facebook

  1. No menu suspenso, selecione CONFIGURAÇÕES.
  2. Na margem esquerda, selecione PRIVACIDADE.
  3. Você verá várias configurações de privacidade em “Sua atividade” e “ Como as pessoas o encontram e entram em contato com você. ”Passe um por um e defina-os de acordo com sua preferência.

Twitter

  1. No menu suspenso, selecione CONFIGURAÇÕES E PRIVACIDADE.
  2. Em “Segurança”, selecione CONFIGURAR VERIFICAÇÃO DE LOGIN.
  3. Configure a autenticação em duas etapas mencionada acima.
  4. Ao concluir, na margem esquerda, selecione PRIVACIDADE E SEGURANÇA. Passe por cada configuração e personalize como quiser.

Instagram

  1. Selecione o ÍCONE FERRAMENTAS e , em seguida, PRIVACIDADE E SEGURANÇA.
  2. Vá para baixo na lista de configurações, ajustando como achar melhor.

Snapchat

  1. Selecione o ÍCONE COG WHEEL.
  2. Em seguida , AUTENTICAÇÃO DE DOIS FATORES e siga o processo.
  3. Depois disso, passe pelas quatro configurações em “Quem pode …” para editar as configurações de CONTATAR-ME, VER MINHA HISTÓRIA, VER MINHA LOCALIZAÇÃO e VER-ME IN QUICK ADD.

5 dicas fáceis de seguir para proteger sua privacidade nas redes sociais

Leia outros artigos que podem ser interessantes para seu conhecimento: O que é e como os DeepFakes de vídeos funcionam, a Inteligência Artificial das Coisas AIoT esta nascendo para mudar o futuro. Como parar ou acabar com buffering em streaming de vídeo

3. Evite geo-tagging

Como regra, você quer que os possíveis ladrões pensem que você está sempre em casa.

Portanto, anunciar na internet que você vai passar o dia na Disneylândia da Flórida pode alertar as pessoas erradas.

O mesmo vale para qualquer lugar que você frequente. Dar dicas ao mundo sobre seus padrões diários faz de você um alvo.

Torne isso difícil para eles.

4. Fique longe de phishing

Desconfie de e-mails que informam que há um problema com alguma de suas contas – a forma mais comum de phishing. Os cibercriminosos fornecem um link e pressionam você a clicar para “consertar o problema”.

Ao fazer isso, você permite que um malware seja baixado em seu sistema.

Outra variação desse golpe é apresentar a você uma página de login falsa para a conta em questão, de modo que, quando você digitar seu nome de usuário e senha, os criminosos agora os tenham para uso próprio.

Ao receber um desses e-mails, em vez de clicar em qualquer coisa, exclua-o totalmente. Em seguida, acesse o site oficial dessa conta e veja por si mesmo se realmente há um problema para corrigir.

Familiarize-se com os hábitos de phishing, pois esse tipo de ataque cibernético não dá sinais de diminuir em um futuro próximo.

5. Leia e entenda os termos de privacidade

Todos os sites da Internet têm termos de privacidade, incluindo sites de mídia social. Antes de entrar em qualquer mídia social e registrar uma conta, é importante que você leia e entenda seus termos de privacidade.

Preste atenção especial aos termos de privacidade das informações que você está registrando e concorda em compartilhar ao se inscrever para uma conta em uma plataforma de mídia social.

Por exemplo, qual conteúdo pode ser compartilhado com terceiros, você pode excluir seu conteúdo do site permanentemente.

6. Recursos do site de mídia social

Certifique-se de se familiarizar com a funcionalidade do site de mídia social antes de transmitir ou compartilhar qualquer mensagem.

Entenda quem verá suas mensagens e se serão apenas destinatários especificados ou todos os usuários da plataforma.

Acima de tudo, entenda as configurações de privacidade e vulnerabilidades de privacidade no site de mídia social.

7. Ajuste as configurações de privacidade

Para cada plataforma de mídia social que você está usando, sempre verifique as configurações de privacidade padrão em seu site.

A maioria das configurações de privacidade padrão nas redes sociais pode permitir o compartilhamento de suas informações com outros usuários online de terceiros.

Ajustar as configurações de privacidade padrão pode limitar a quantidade de informações que o site de mídia social pode compartilhar com outros usuários fora do seu conhecimento.

8. Registro e informações biográficas

Para registrar uma conta em muitas plataformas de mídia social, você deverá fornecer suas informações biográficas, como nome completo, ano de nascimento, idade ou endereço.

Guarde essas informações para você mesmo para limitar o que outros usuários de mídia social sabem sobre você. Essas informações podem fornecer aos cibercriminosos dados suficientes para causar danos a você.

Você pode considerar personalizar as configurações de privacidade em sua mídia para minimizar informações pessoais na mesma plataforma.

9. Perfil e informações da conta

Considere cuidadosamente o tipo de detalhe pessoal que você fornece em seu perfil de rede social.

Nunca forneça informações confidenciais, como escolas mais próximas, afiliação política, informações de contas bancárias, local de trabalho anterior ou atual, número do Seguro Social ou interesses gerais, entre outros.

Fornecer essas informações pode parecer inofensivo, mas pode ser usado para enganá-lo ou veicular anúncios desnecessários.

10. Pedidos de amizade ou contatos

Você não tem nenhuma obrigação de aceitar um pedido de “amigo ou para seguir” ninguém nas redes sociais, especialmente aqueles que você não conhece ou é conhecido do conhecido.

Tenha cuidado ao aceitar novas amizades de pessoas que não são seus amigos de verdade ou seguir amigos ou contatos desconhecidos, levando em consideração a sua privacidade em primeiro lugar.

Antes de aceitar qualquer pedido para seguir ou par ser amigo, pesquise sobre a pessoa e entenda (a partir de sua linha do tempo) quem ela é, o que faz e que tipo de conteúdo compartilha.

11. Desligue o compartilhamento da localização

Ao ajustar suas configurações de privacidade, nunca se esqueça de desativar o compartilhamento de localização do seu gadget. Dessa forma, você evitará fazer comentários sobre lugares e empresas que visita com frequência.

Desativar sua localização impede que você use o Facebook, e-mail e Phone Lookup.

12. Tome cuidado ao postar fotos online

Antes de postar qualquer foto pessoal ou familiar, pense duas vezes. Publicar fotos nas redes sociais foi identificado como uma das atividades de rede social arriscadas desde a invenção da Internet.

Por exemplo, uma foto simples e inofensiva de seu filho sem um nome pode já estar revelando muitas informações sobre quem você é, sua família e tantas outras coisas dependendo da foto.

Outro problema é anunciar sua localização por meio de fotos, isso pode tornar você, seus entes queridos ou sua casa um alvo tentador para assaltantes e até mesmo cibercriminosos.

13. Evite Clickbait

Leve em conta que nenhuma mídia social (Facebook, Instagram, Pinterest, TikTok, etc.,) não se responsabilizam por aplicativos de terceiros em suas plataformas.

Quando solicitado a “comentar abaixo para ver magia” ou “verificar com qual celebridade você compartilha um aniversário”, “ver com qual artista você se parece mais”, evite clicar nessas iscas aleatórias.

Eles são aplicativos de terceiros que tentam capturar e fazer mau uso de suas informações privadas.

14. Use VPN quando estiver usando rede Wi-Fi pública

O Wi-Fi público é como uma caixa VIP de luxo para os cibercriminosos. Eles se empoleiram em conexões abertas e veem tudo. Eles veem quem se conecta e tudo o que esses usuários fazem online.

Baixe uma VPN para que olhos curiosos não possam vê-lo. Uma VPN criptografa sua conexão com a Internet para que, mesmo por Wi-Fi público, você seja privado.

Eu poderia tagarelar com você o dia todo sobre os tópicos de privacidade online e segurança cibernética mas eu sei que você tem muitas outras coisas para fazer.

15. Segurança para manter a privacidade nas redes sociais

Como acontece com todas as contas baseadas na web, você precisa combater a falta de privacidade nas redes sociais, tomando precauções para proteger sua privacidade e as informações da conta. Aqui estão algumas dicas de segurança:

  1. Escolha uma senha “forte” e segura.
  2. Use senhas diferentes em todas as suas contas de mídia social.
  3. Altere suas senhas com freqüência.
  4. Evite fazer login em computadores públicos ou usar telefones de amigos para fazer login em suas contas de mídia social.
  5. Tenha cuidado com as conexões sem fio públicas ao acessar suas contas de mídia social.
  6. Se possível, use uma VPN.
  7. Evite usar dispositivos públicos ou compartilhados para acessar suas contas de mídia social.
  8. Evite clicar em links de mídia social, mesmo aqueles enviados a você por um amigo.
  9. Proteja seus dispositivos com proteção por senha para proteger suas redes sociais e outras informações no caso de serem roubadas ou perdidas.

No futuro, os aplicativos de mídia social podem ser parcialmente necessários para proteger a privacidade de seus usuários e mantê-los seguros.

Mas antes que isso aconteça, manter-se atualizado com as informações é uma boa solução para proteger sua privacidade online.

Felizmente existem sites como o Internetix onde você pode obter algumas dicas úteis que podem ajudá-lo a proteger sua privacidade nas redes sociais.