Meus dados e atividades online quanto a Internet sabe sobre mim?

quanto a Internet sabe sobre mim e meus dados

Será que meus dados estão seguros? Nunca se falou tanto em privacidade e segurança de dados como nos últimos meses, em um universo de milhões e milhões de usuários da web, muitos sabem exatamente o quanto a Internet rastreia e monitora informações, dados e comportamentos.

É 100% verdade que a Internet sabe praticamente tudo sobre cada um que acesso a rede, eu, você, sua mãe e sua tia, não importa quem seja, se não ficar atento, companhias como o Google, Bing, TikTok, Instagram, Facebook, Apple, Twitter, Amazon e Microsoft, para citar dezenas de outras empresas conhecidas.

Felizmente, um grande maioria das pessoas estão despertando e pelo menos uma parte já tem consciência de como nossos dados pessoais valem muito dinheiro para as gigantes da internet, inclusive empresas de telefonia banda larga e fornecimento de dados móveis.

Em uma análise mais profunda não faríamos apenas esse artigo, teríamos que publicar um livro completo e depois transformá-lo em uma trilogia de 3 horas de duração cada de tão extensa que são as informações que essas empresas conseguem reunir, é realmente impressionante.

O Facebook é particularmente o mais ganancioso de toda história da Internet até agora, pode ser apareça outro mais feroz, mas isso não surpreendendo ninguém.

De acordo com uma revista online especializada, a PCMagazin, o Facebook está “coletando informações sobre seu trabalho, nível de renda, raça, religião, opiniões políticas e os anúncios em que você clica, além de pontos de dados mais comumente coletados, como seu número de telefone, endereço de e-mail, localização e tipo de dispositivo que você usa.”

Tem uma lista enorme dos dados coletados, mas a pergunta é – como essa empresa consegue saber de tudo isso? E o mais importante, como podemos proteger nossas atividades, dados e informações pessoais online?

Concordar com termos de políticas de privacidade!

Uma das formas mais comuns que ajuda nossos dados caírem nas mãos de grandes empresas é porque os distribuímos por livre e espontânea vontade quando concordamos com as políticas de privacidade. Esses contratos de privacidade são projetados especificamente para confundir e enganar os usuários.

Para ter uma idéia mais clara, a política de privacidade do Google leva em torno de 30 minutos somente para ser lida e a do Airbnb é redigida de uma maneira tão obscura que pode ser interpretada com vários significas da mesma coisa, eles protegem suas práticas de dados de quaisquer processos judiciais que possam surgir em seu caminho.

Alguns dos piores acumuladores de dados e considerados culpados, tentaram fazer movimentos que em nada impressionou em direção à transparência, nada de concreto surgiu das muitas empresas para deixar claro exatamente quais informações você dá à essas empresas e quais são as permissão de acesso e uso.

Acesso e atividade na Internet é monitorada

Tudo que fazemos online é que meus dados e minhas atividades são monitorados ou através de um computador ou celular, ou outra forma que de alguma maneira coleta de dados. Coletar dados, esse é um termo muito amplo que cobre muitas coisas totalmente diferentes.

Pode-se incluir desde informações pessoais como endereço de email, número de telefone, idade e sexo etc. Toda atividade na Internet, incluindo as páginas, sites, blogs e portais que você visita, quais tipos e quando você acessa essas páginas.

Meus dados - acesso e atividade na Internet é monitorada

Não acabou, suas conversas por email no Hotmail, Gmail, Yahoo Mail e tantos outros, suas compras online, informações médicas e muitos detalhes financeiros como números de cartão de crédito, débito e pagamento online, toda informação podemos considerar que estão disponíveis.

A sua atividade e rastros na Internet tende a ser monitorada de maneira diferente e por entidades diferentes na forma e nos objetivos da coleta dos dados pessoais.

Umas das rotinas mais comuns de rastrear a atividade das pessoas é por meio de provedores de serviços de Internet ou por cookies usados ​​pela maioria dos sites e serviços online para registrar os hábitos de cada usuário.

Essas informações valem muito e podem ser vendidas a terceiros e usadas para criar anúncios hiper-direcionados – é por isso que qualquer mulher perto dos 30 provavelmente verá vídeos agressivos sobre testes de gravidez, como se toda a Internet estivesse tentando pressioná-los a repassar sua genética. Aplicativos e extensões de navegador também fazem isso.

Meus dados pessoais roubado na Internet

Hackers!!! No nosso mundo real existem pessoas boas e más que agem no mundo virtual. O difícil é saber quem é o mocinho e quem é o bandido nessa aventura digital.

Sabemos que existem muitos hackers agindo na Internet de rede aberta e na Deep Web. Em geral a função deles, também é a de roubar dados por meio de golpes de phishing e conexões de internet não seguras, entre outros métodos nefastos.

Eles são os mal feitores mais óbvios que ouvimos falar, é fácil perceber que embora todo mundo esteja tentando lucrar com os dados alheios, a desvantagens deles é que estão fazendo isso fora dos limites da lei.

O que posso fazer para proteger meus dados?

Existem algumas coisas simples a serem feitas:

  • Verifique em HaveIBeenPwned.com, esse site permite que você, em suas próprias palavras, “verifique se você tem uma conta de email que foi comprometida em alguma violação de dados”. Basta digitar seu email e você poderá ver quais contas foram expostas.
  • Inicie a alteração suas senhas para qualquer conta de email que tenha sido comprometida e ative imediatamente a autenticação de dois fatores (2FA) para sua segurança.
  • Bloqueie rastreadores e cookies com um software anti-rastreador como o Privacy Badger, essa é uma extensão para seu navegador que aprende automaticamente a bloquear todo rastreador invisível que encontrar.

Por fim, tenha uma boa VPN. Existem muito benefícios de usar um recurso como esse, a principal vantagem neste contexto de proteção de dados é que quando você usa uma rede privada virtual (VPN), seu ISP não pode ver o que você está fazendo online, ou sejam navegue invisível.

Sem dúvidas essa é atualmente a melhor maneira de ocultar definitivamente a sua verdadeira localização e mascarar seu endereço IP. Ambos podem ser usados ​​para identificá-lo online e também para direcionar anúncios para você.

Uma VPN pode até protegê-lo contra sequestro de sessão e de hackers tentando roubar suas informações pessoais por meio de Wi-Fi público inseguro.